Indicações

Doença Descompressiva:
É uma condição perigosa e ocasionalmente letal causada pela presença de bolhas de nitrogênio que se formam no sangue e outros tecidos do corpo, quando o ocorre uma descompressão rápida. O exemplo é quando um mergulhador realiza uma subida muito rápido de um mergulho. Pode ser um acidente de trabalho em condição hiperbárica (escavações, túneis, minas…) e mergulho profissional ou recreativo.

Anemia Aguda:
Nos casos de impossibilidade de transfusão sanguínea.
Queimaduras:
Térmicas, químicas e elétricas.
Osteomielites:
Crônica, refratária e aguda/subaguda de alto risco.
Lesões de Tecidos Moles com Regeneração Refratária:
Lesões refratárias no diabetes, úlceras de estase venosa, escaras de decúbito, ulcerações em insuficiências arteriais ou arterites.
Isquemias com Complicações:
Lesão por esmagamento, isquemia traumática, reimplantação de extremidades amputadas, síndrome compartimental, complicações de pré ou pós-operatório de obstrução arterial, tromboangeíte obliterante, vasculopatias alérgicas ou medicamentosas. Pé diabético.
Embolia Gasosa:
Ocorre pela entrada de bolhas de ar em veias ou artérias, por varias causas, que incluem acidentes, complicações de procedimentos médicos ou acidentes de mergulho.
Gangrena Gasosa:
Situação aguda e rapidamente progressiva, causada por infecção por Clostridium perfringens, espécie bacteriana que em condições anaeróbicas (sem oxigênio), produz toxinas que causam necrose do tecido e sintomas associados. A gangrena gasosa geralmente ocorre nos locais traumatizados ou em ferida cirúrgica recente, iniciando-se repentinamente e tem caráter grave.
Lesões Refratárias:
São as lesões que não melhoram após o tratamento convencional. O não tratamento pode evoluir para a hipóxia tissular, que é o teor reduzido de oxigênio no sangue arterial, capilar ou venoso ou ainda da redução da saturação da hemoglobina. As causas mais comuns de hipóxia tissular são a hipoxemia e a isquemia – fluxo sangüíneo inadequado para determinado órgão.
Lesões por Radiação:
Em geral, a radiação refere-se a ondas ou partículas de alta energia emitidas por fontes naturais ou artificiais (produzidos pelo homem). A lesão tecidual pode ser causada pela breve exposição a níveis elevados de radiação ou pela exposição prolongada a níveis baixos. Pode ser secundária a exposição acidental ou não, como radioterapia ou exposição ocupacional.
Conforme resolução CFM 1457/95.

 Cheap NFL Jerseys Wholesale